Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132011005000035
Production
Article

A necessidade de novos métodos para análise de acidentes de trabalho na perícia judicial

Work accident analysis: the need for new analysis methods

Martins Junior, Moizés; Carvalho, Paulo Victor R. de; Grecco, Claudio Henrique dos S.; Fonseca, Bernardo Bastos de; Pacheco, Raphael; Vidal, Mario Cesar R.

Downloads: 0
Views: 128

Resumo

O objetivo deste artigo é demonstrar a necessidade da mudança dos métodos de análise dos acidentes de trabalho na perícia judicial. Propõe abandonar o modelo simplista do ato inseguro praticado pelo trabalhador, que tem servido sempre como base para a construção da culpa, tornando mais abrangente e cuidadosa a análise da atividade realizada e das condições de funcionamento do sistema sociotécnico em que se deu o evento. Técnicas de análise ergonômica do trabalho são utilizadas para melhor entendimento da real situação do trabalho. O artigo objetiva ainda demonstrar como um laudo pericial acidentário, apoiado na análise da atividade realizada, sustentou o presente caso em seu trajeto na Justiça do Trabalho.

Palavras-chave

Laudo pericial. Análise de acidente de trabalho. Ergonomia.

Abstract

Our goal is to demonstrate the need to change the work accident analysis methods in judicial expertise. We propose abandoning the easy model of unsafe acts committed by an employee, which has been used to blame the workers and not to avoid new accidents. The method we propose starts with a comprehensive and careful analysis of the activity undertaken and the socio-cultural environment where the event occurred. Ergonomic work analysis is used to understand the actual work situation. This article uses a real case to show how an expert, based on the proposed method, argued the case in the Labor Court. Keywords

Keywords

Labor analysis. Work accidents. Ergonomics.

References



AMALBERTI, R. La conduite des systemes à risque. 2. ed. Paris: PUF, 2002.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. Secretaria de Inspeção do Trabalho. Portaria nº 3.214, 08 de junho de 1978. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 06 set. 1978. Suplemento.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. Caminhos da análise de acidentes do trabalho. Brasília, DF, 2003.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. Secretaria de Segurança e Saúde do Trabalho - SSST. Nota técnica nº 16 / DSTT. Brasília, DF, 07 mar. 2005.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. Secretaria de Inspeção do Trabalho. Portaria nº 84, de 04 de março de 2009. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 13 mar. 2009. Seção 1, p. 64.

CARVALHO, P. V. R.; GOMES, J. O. M. C. R.; CARVALHO, E. F. Normal people working in normal organizations with normal equipment: system safety and cognition in a mid-air collision. Applied Ergonomics, v. 40, p. 325-340, 2009. PMid:19135647. http://dx.doi.org/10.1016/j.apergo.2008.11.013

DEKKER, S. W. A. Ten questions about human error: a new view of human factors and system safety. New Jersey, USA: LEA publishers, 2005.

HEINRICH, H. W. Industrial accident prevention: a scientific approach. New York: Mac Graw Hill, 1959.

HOLLNAGEL, E. Barrier analysis and accident prevention. Aldershot: Ashgate, 2004.

HOLLNAGEL, E.; WOODS, D. D.; LEVENSON, N. Resiliense engineering: concepts and precepts. Aldershot, UK: Ashgate, 2006.

LLORY, M. O custo do silêncio. Rio de Janeiro: MultiMais, 1999.

PERROW, C. Normal accidents. New York: Basic Books, 1984.

VAUGHAN, D. The challenger launch decision. Chicago: The University of Chicago Press, 1996.

VAUGHAN, D. The trickle-down effect: policy decision, risky work and the challenger tragedy. California Management Review, v. 39, p. 80-101, 1997.

VIDAL, M. C. Guia para análise ergonômica do trabalho. Rio de Janeiro: Ed. Virtual Científica, 2003.

VIDAL, M. C. R. A evolução conceitual da noção de causa de acidentes do trabalho. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO - ENEGEP, 4., 1984, Piracicaba, Brasil. Anais... Reimpresso em Automação e Trabalho, Cadernos do DEP/UFSCar, São Carlos, 1989.

VIDAL, M. C.; CARVALHO, P. V. R. Ergonomia cognitiva: raciocínio e decisão no trabalho. Rio de Janeiro: Ed. Virtual Científica, 2008.

WEICK, K. The collapse of sense making in organizations: the mann gulch disaster. Administrative Science Quarterly, v. 38, n. 4, p. 628-652, 1993. http://dx.doi.org/10.2307/2393339

WOODS, D. D. et al. Behind human error: cognitive system, computers, and hindsight. Columbus, Ohio: CSERIAC, 1994.

5883a3c07f8c9da00c8b4618 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections