Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132010005000048
Production
Article

Desenvolvimento de protótipo de cadeira de banho para indivíduos com paralisia cerebral tetraparética espástica

Development of a shower chair prototype for tetraplegic sufferers of cerebral palsy

Dutra, Fabíola Canal M.; Gouvinhas, Reidson Pereira

Downloads: 0
Views: 360

Resumo

Este estudo teve como proposta desenvolver um equipamento que atendesse as exigências motoras de indivíduos com paralisia cerebral tetraparética espástica, além de promover biomecânica postural adequada aos cuidadores para a atividade da vida diária referente ao banho. Inicialmente, o levantamento bibliográfico definiu os termos referentes à paralisia cerebral, atividade da vida diária especificando o banho e tecnologia assistiva, além de listar cadeiras de banho fabricadas pelas principais indústrias de produtos de tecnologia assistiva do mercado nacional. Posteriormente, a coleta dos dados obtida através da aplicação de formulário aos cuidadores em locais de tratamento médico‑terapêutico captou dados específicos das condições atuais do banho e medidas antropométricas de ambos como parâmetros para elaboração do protótipo. A avaliação dos resultados obtidos, somada a experiência prático‑clínica da pesquisadora e da equipe de engenheiros envolvidas no projeto, possibilitou o desenvolvimento e confecção do protótipo real da cadeira de banho.

Palavras-chave

Paralisia cerebral. Tecnologia assistiva. Atividade da vida diária. Cadeira de banho. Desenvolvimento de produto.

Abstract

This study proposes to develop equipment which meets the demands of tetraplegics suffering from cerebral palsy and which promotes the adequate biomechanical posture of the caregiver during the shower activity of daily living. First, a bibliographic review was performed to define the terms referring to cerebral palsy, daily living activities (specifically showering), and assistive technology, in addition to listing the wheelchairs made principally by national assistive technology companies. Afterwards, data was collected from a questionnaire given to caretakers at medical‑therapeutic treatment centers. At this point, anthropometric data and an analysis of the conditions under which baths were taken were also collected. The evaluation of the results obtained through the questionnaire, along with the practice and clinical experience of the researchers and engineers involved in this study, made it possible to develop and construct a real shower chair prototype.

Keywords

Cerebral palsy. Assistive technology. Daily living activity. Bath chair. Product development.

References



AMERICAN OCCUPATIONAL THERAPY ASSOCIATION - AOTA. Occupational therapy practice framework: domain and process. American Journal of Occupational Therapy, v. 56, n. 6, p. 609-639, 2002.

ANGELO, J.; BUNING, M. E. Adaptações de alta tecnologia para compensar a deficiência. In: TROMBLY, C. A.; RADOMSK, M. V. Terapia ocupacional para disfunções físicas. 5. ed. São Paulo: Livraria Santos, 2005. p. 389-420.

BAXTER, M. Projeto de produto: guia prático para o design de novos produtos. 2. ed. São Paulo: Edgard Blücher, 2003.

COOK, A. M.; HUSSEY, S. M. Assistive technologies: principles and practice. 2. ed. St. Louis: Mosby, 2002.

GAUZZI, L. D. V.; FONSECA, L. F. Classificação da Paralisia Cerebral. In: LIMA, C. L. A.; FONSECA L. F. Paralisia cerebral. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. p. 37-44.

GIANNI, M. A. C. Aspectos clínicos. In: MOURA, E. W.; SILVA, P. A. C. Fisioterapia: aspectos clínicos e práticos da reabilitação. São Paulo: Artes Médicas, 2005. p. 13-25.

MANCINI, M. C. et al. Comparação do desempenho de atividades funcionais em crianças com desenvolvimento normal e crianças com paralisia cerebral. Arquivos Neuropsiquiátricos, v. 60, n. 2-B, p. 446-452, 2002.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Organização Pan-Americana da Saúde - OPAS. Classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde. São Paulo: EdUSP, 2003.

PAIN, H.; McLELLAN, D. L. The relative importance of factors affecting the choice of bathing devices. British Journal Of Occupational Therapy, v. 66, n. 9, p. 396-401, 2003.

SHEPHERD, J. Self-Care and adaptations for independent livisng. In: CASE-SMITH, J. Occupational Therapy for Children. 4. ed. St. Louis: Mosby, 2001.

SOARES, M. M.; MARTINS, L. B. Design universal e ergonomia: uma parceria que garante acessibilidade para todos. In: ALMEIDA, A. T.; SOUZA, F. M. C. Produção e competitividade: aplicações e inovações. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2000. p. 127-156.

TABAQUIM, M. L. M.; LAMÔNICA, D. A. C. Análise perceptual de mães e filhos com paralisia cerebral sobre a atividade de banho. Arquivos Brasileiros de Paralisia Cerebral, v. 1, n. 1, p. 30-34, 2004.

URBAN, G. L.; HAUSER, J. R. Design and marketing of new products. 2. ed. Englewood-Cliffs: Prentice Hall, 1993.

5883a3cf7f8c9da00c8b465b 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections