Production
https://prod.org.br/doi/10.1590/S0103-65131998000100007
Production
Article

As mudanças nas regras da aposentadoria. Os postos de trabalho estão adaptados à população que envelhece?

As mudanças nas regras da aposentadoria. Os postos de trabalho estão adaptados à população que envelhece?

Silva, Carlos Alberto D.

Downloads: 0
Views: 119

Resumo

As mudanças nas regras de aposentadoria apontam para uma maior permanência dos idosos no mercado de trabalho. Esta permanência só se tornará viável caso haja mudanças nos postos de trabalho, tornando-os mais flexíveis e compatíveis com as características de uma população que envelhece. A partir de análises ergonômicas são apontadas algumas direções de pesquisas para a melhoria das condições de trabalho: concepção de dispositivos técnicos e organizacionais baseada na análise do trabalho real e uma política de formação contínua que permita aos trabalhadores permanecerem em atividade dentro do contexto atual de inovações tecnológicas.

Palavras-chave

Ergonomia, Aposentadoria, Envelhecimento

Abstract

The changes observed on the rules of retirement point out the increasing of the elderly's stay on the market. This stay will only be viable if there are also changes at the work stations, making them more flexible and compatible with the characteristics of a population that ages. Ergonomic analysis point out some directions of researches that can contribute to the improvement of work conditions: confections of technical and organizational provisions based on the analysis of the work how it's truly done and a politics of continuous formation that allows workers to stay actives on the actual context of technological innovations.

Keywords

Ergonomia, Aposentadoria, Envelhecimento

References



BARREIRA, Thais Helena de Carvalho. Abordagem ergonômica na prevenção da LER. Rev. Bras. S. Ocup. 22(84):51-60,out./dez. 1994

BEAUVOIR, Simone de. A velhice. Tradução da ed. francesa de 1970 por Maria Helena Franco Monteiro. 1ª ed. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1990.

BRASIL. Ministério do Trabalho. Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho. Norma Regulamentadora 17: manual de utilização. Brasília, MTb/ SSST, 1994. 163 p. Técnico responsável: Carlos Alberto Diniz.

BUET, J. Les ouvriers âgés et les conditions de travail. Rapport interne du Service central des Conditions de travail RVI, Lyon, 1983.

CAMARGO, Antonio Benedito Maragone & SAAD, Paulo Murad. A transição demográfica no Brasil e seu impacto na estrutura etária da população. In: FUNDAÇÃO SISTEMA ESTADUAL DE ANÁLISE DE DADOS (SP). O idoso na Grande São Paulo. São Paulo, SEADE, 1990. (Coleção realidade paulista) p. 9-39

______ & YAZAKI, Lúcia Mayumi. Características demográficas e sócio-econômicas da população idosa. In:______ p. 42-100

CAVALCANTI, Maria das Graças P. de H. & SAAD, Paulo Murad. Considerações preliminares e o Plano de Ação Mundial sobre o Envelhecimento. In:______ p. 174-9

CUNHA, Carlos Eduardo Gouvea da; QUEIROZ, Pollyana Soledade; HATEM, Thamira de Paula; GUIMARÃES, Vladimir Yuri Monteiro. Lesões por esforços repetitivos: revisão. Rev. Bras. S. Ocup. 20(76): 47-59,1992.

DANIELLOU, François; LAVILLE, Antoine; TEIGER, Catherine. Ficção e realidade do trabalho operário. Rev. S. Bras. Ocup. 17(68):7-13, out./dez. 1989.

DANIELLOU, François. L' impact des technologies nouvelles sur le travail en postes dans l' industrie automobile. Paris, Laboratoire d'Ergonomie et de Neurophysiologie du Travail du Conservatoire National des Arts et Métiers, 1982.

DINIZ, Carlos Alberto; ROCHA, Lys Esther, FERREIRA JR., Mário. Exclusão e reinserção profissional entre portadores de lesões por esforços repetitivos. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE MEDICINA DO TRABALHO, 8º. Salvador, 1993. Anais. Tema livre. p. 83

DINIZ, Carlos Alberto & FERREIRA JR, Mário. Sintomas músculo-esqueléticos e fadiga nos operadores de checkouts de mercados: uma abordagem ergonômica. São Paulo, 1994(mímeo)

FARIA, Vilmar E. Conclusões. In: FUNDAÇÃO SISTEMA ESTADUAL DE ANÁLISE DE DADOS (SP). O idoso na Grande São Paulo. São Paulo, SEADE,1990. (Coleção realidade paulista) p. 251-62

FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRA DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Anuário Estatístico. Rio de Janeiro, IBGE, 1993. v. 53

HARBER, Philip; PENA, Laura; BLAND, Gerard; BECK, John. Upper extremity symptoms in supermarket workers. Am J Ind Med 22:873-84, 1992

KOSKELA R. S. Ocupational mortality and morbidity in relation to selective turnover. Scand. J. of Work Environ. Health, 8, Suppl. I, 1992. p. 34-9

LAVILLE, Antoine. Vieillissement et travail. Le Travail humain. Paris, 52(1)3-20, 1989.

LUTTWAK, Edward Nicolae. O risco do fascismo. VEJA. São Paulo, 14 jun. 1995. Entrevista, p. 7-9

MARGOLIS, Wendy & KRAUS, Jess F. The prevalence of carpal tunnel syndrome symptoms in female supermarket checkers. J Occup Med. 29:953-56, 1987

NAÇÕES UNIDAS. Perspectivas de la población mundial - estimaciones y proyecciones en 1982. Nova York, NAÇÕES UNIDAS, 1986.

NEUPERT, R.F. Nova projeção da população brasileira: hipóteses baseadas em informações recentes. In: WONG, L.L.R. et alii. Futuro da população brasileira: projeções, previsões e técnicas. Embu, Abep. 1987.

ORTALE, Renata Landucci. Análise da atividade do operador de ponte rolante em depósito de gesso. Apresentado no Seminário de Ergonomia da FUNDACENTRO. São Paulo, abr. e jun./ 95 (mimeo)

OS ASIÁTICOS levaram tudo. VEJA. São Paulo, 26 jul. 1995. Economia & Negócios, p. 104

PACAUD, Suzanne. Quelques cas concrets illustrant les difficultés ou les facilités que l'âge entraîne dans la formation professionnelle des travailleurs. L'information psychologique, 44, 92-105, 1971

______. Le travailleur vieillissant: quelques reflexions sur ses difficultés, mais aussi ses facilités d'adaptation au travail. In: LAVILLE, Antoine; TEIGER, Catherine; WISNER, Alain (orgs.). Âge et contraintes de travail. Jouy-en-Josas, NEB, 1975. p. 115-79

PAGTOLUN-AN, I. Growing old in Philippinas. Belo Horizonte, dez. 1989. (mimeo)

PAIVA, P.T.A. Cinqüenta anos de crescimento populacional e absorção de mão-de-obra no Brasil: Revista Brasileira de Estudos da População. Campinas, (3):63-86,jan./jun. 1986

PERLMUTTER, M. & MITCHELL, D.B. The appearance and disappearance of age differences in adult memory. In: CRAIK, F.I.M. & TREHUB, S. (eds). Aging and cognitive processes, Plenum Press, 1982. p. 127-44

PRATA, Lizete Emilia. Os idosos face aos benefícios previdenciários. In: FUNDAÇÃO SISTEMA ESTADUAL DE ANÁLISE DE DADOS (SP). O idoso na Grande São Paulo. São Paulo, SEADE, 1990. (Coleção realidade paulista) p. 207-31

SATO, Leny et alii. Atividade em grupo com portadaores de L.E.R. e achados sobre a dimensão psicossocial. Rev. Bras. S. Ocup. 21(79): 49-62, jul./.set. 1993.

TEIGER, Catherine. Le vieillisimente différentiel dans et par le travail: un vieux probléme dans un contexte récent. Le Travail humain. Paris, 52(1): 21-56,1989.

VOLKOFF, Serge. Le travail après cinquante ans: quelques chiffres et plusieurs inquiétudes. Le Travail humain. Paris, 52(2): 97-116, 1989.

WISNER, Alain. Por dentro do trabalho: ergonomia: método & técnica. 1ªed. São Paulo,FTD/Oboré, 1987.

5883a4207f8c9da00c8b47c6 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections