Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132013005000064
Production
Article

Relatórios de sustentabilidade segundo a Global Reporting Initiative (GRI): uma análise de correspondências entre os setores econômicos brasileiros

Sustainability reporting according to the Global Reporting Initiative (GRI): a correspondence analysis between the Brazilian economic sectors

Oliveira, Murilo de Alencar S.; Campos, Lucila Maria de S.; Sehnem, Simone; Rosseto, Adriana Marques

Downloads: 0
Views: 371

Resumo

O presente artigo tem por objetivo principal apresentar o nível de adesão e o volume de publicações dos relatórios de sustentabilidade das empresas brasileiras conforme as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI) entre 2000 e 2008. Para a análise, foram definidas 5 variáveis de estudo: i) Setor econômico de atuação das empresas; ii) Ano de adesão às diretrizes; iii) Nível de aplicação das diretrizes; iv) Existência de ações negociadas em segmentos da BM&FBOVESPA; e v) Participação na composição do índice de sustentabilidade empresarial (ISE) da BM&FBOVESPA. Quanto aos procedimentos metodológicos, foram aplicadas análises por correspondências simples e múltipla entre os setores de atuação econômica das empresas publicantes e as 5 variáveis de estudos definidas. Os resultados mostram que o universo de organizações que publicaram relatórios socioambientais até 2008 ainda é reduzido. Contudo, observa-se crescente adesão, demonstrada pelo número de publicações, sobretudo na Europa. As empresas brasileiras responderam por metade do volume de publicações em 2008 na América Latina e o setor de energia liderou esse processo no país com 35% da amostra.

Palavras-chave

Relatórios de sustentabilidade. Setores econômicos. Diretrizes GRI

Abstract

This article aims to present the level of adhesion and publication volume of sustainability reports of Brazilian companies according to the Guidelines of the Global Reporting Initiative (GRI) between 2000 and 2008. For the analysis, five variables were defined: i) Economic Sector of companies; ii) Year of adhesion; iii) Application Level Guidelines; iv) Existence of Shares Traded at BMF & BOVESPA; and v) Participation in Composition of the Corporate Sustainability Index (ISE) of BMF & BOVESPA. As regards the methodological procedures were applied single and multiple analyzes by correspondence between the sectors of economic activity and the 5 variables of studies defined. The results show that the number of organizations that have published environmental reports through 2008 is low. However, there is growing acceptance elsewhere, mostly in Europe, as demonstrated by the number of publications. Brazilian companies accounted for half of the volume of publications in 2008 in Latin America, and the energy sector led this process, comprising 35% of the sample.

Keywords

Sustainability reporting. Economic sectors. GRI guidelines

References



ALMEIDA, F. O bom negócio da sustentabilidade. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002.

ANDRADE, M. A. M.; GOSLING, M.; XAVIER, W. S. Por trás do discurso socialmente responsável da siderurgia mineira. Produção, v. 20, n. 3, set. 2010. Disponível em: . Acesso em: 06 jan. 2011.

ASHLEY, P. A. (Coord.). Ética e responsabilidade social nos negócios. São Paulo: Saraiva, 2002.

AZEVEDO, A. L. V. Indicadores de sustentabilidade empresarial no Brasil: uma avaliação do Relatório do CEBDS. Revista Iberoamericana de Economía Ecológica, v. 5, p. 75-93, 2006. Disponível em: .

BASSETTO, L. I. A incorporação da responsabilidade social e sustentabilidade: um estudo baseado no relatório de gestão 2005 da companhia paranaense de energia - COPEL. Gestão & Produção, v. 17, n. 3, 2010. Disponível em . Acesso em: 06 jan. 2011.

BELLEN, H. M. V. Indicadores de sustentabilidade: uma análise comparativa. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

BM&FBOVESPA. Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros S.A. Disponível em: . Acesso em: 28 set. 2009.

BOVESPA. Bolsa de Valores de São Paulo S.A. Disponível em: . Acesso em: 23 set. 2009.

BROWN, H. S., DE JONG, M., LEVY, D. L. Building institutions based on information disclosure: lessons from GRI's sustainability reporting. Journal of Cleaner Production, v. 17, n. 6, p. 571-580, 2009. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2008.12.009

CASTRO, F. A. R.; SIQUEIRA, J. R. M.; MACEDO, M. A. S. Análise da utilização dos indicadores essenciais da versão "G3", da Global Reporting Initiative, nos relatórios de sustentabilidade das empresas do setor de energia elétrica sul americano. In: SIMPÓSIO DE ADMINISTRAÇÃO DE PRODUÇÃO, LOGÍSTICA E OPERAÇÕES INTERNACIONAIS, 2009, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro, 2009.

CERTO, S. C.; PETER, J. P. Administração Estratégica: planejamento e implantação da estratégia. São Paulo: Makron Books, 1993.

CORNELIUS, N., WALLACE, J., TASSABEHJI, R. An analysis of corporate social responsibility, corporate identity and ethics teaching in business schools. Journal of Business Ethics, v. 76, p. 117-135, 2007. http://dx.doi.org/10.1007/s10551-006-9271-6

DAUB, C. H. Assessing the quality of sustainability reporting: an alternative methodological approach. Journal of Cleaner Production, v. 15, p. 75-85, 2007. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2005.08.013

ETHOS. Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social. Apresenta os indicadores de responsabilidade social nas empresas. São Paulo, 2009. Disponível em: . Acesso em: 21 set. 2009.

ETHOS. Indicadores Ethos de Responsabilidade Social empresarial. 2008. Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2010.

FERREIRA, L. F. et al. Indicadores de sustentabilidade empresarial: uma comparação entre os indicadores do balanço social IBASE e relatório de sustentabilidade segundo as diretrizes da global reporting initiative GRI. In: SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 2009, Resende. Anais... Resende, 2009.

GASPARINO, M. F.; RIBEIRO, M. S. Análise de relatórios de sustentabilidade, com ênfase na GRI: comparação entre empresas do setor de papel e celulose dos Estados Unidos e Brasil. Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 1, n. 1, p. 102-115, 2007.

GLOBAL REPORTING INITIATIVE - GRI. Diretrizes para relatório de sustentabilidade. versão 3.0. São Paulo: GRI, 2006.

GLOBAL REPORTING INITIATIVE - GRI. Disponível em: . Acesso em: 13 ago. 2009.

GLOBAL REPORTING INITIATIVE - GRI. Latest Guidelines. São Paulo: GRI, 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 apr. 2012.

HAIR JUNIOR, J. F. et al. Análise multivariada de dados. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

INTERNATIONAL INSTITUTE FOR SUSTAINABLE DEVELOPMENT - IISD. Sustainable development indicators. IISD, 2005. Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2010.

KRAJNC, D.; GLAVIC, P. Indicators of sustainable development. Clean Technology Environment Policy, n. 5, p. 279-288, 2005.

LABUSCHAGNE, C.; BRENT, A. C.; ERCK, R. P. G. Assessing the sustainability performance of industries. Journal of Cleaner Production, v. 13, n. 4, p. 373-385, 2005. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2003.10.007

LEVY, D. L.; SZEJNWALD-BROWN, H.; DE JONG, M. The Contested politics of corporate governance the case of the global reporting initiative. Business & Society, v. 49, n. 1, p. 88-115, 2010. http://dx.doi.org/10.1177/0007650309345420

MARIMON, F. et al. The worldwide diffusion of the global reporting initiative: what is the point? Journal of Cleaner Production, v. 33, p. 132-144, 2012. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2012.04.017

MELÉ, D.; DEBELJUH, P.; ARRUDA, M. C. Corporate ethical policies in large corporations in Argentina, Brazil and Spain. Journal of Business Ethics, v. 63, p. 21-38, 2006. http://dx.doi.org/10.1007/s10551-005-7100-y

MINGOTI, S. A. Análise de dados através de estatística multivariada: uma abordagem aplicada. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

OLIVEIRA, M. C. et al. Disclosure of social information by Brazilian companies according to United Nations indicators of corporate social responsibility. Revista Contabilidade e Finanças, São Paulo, v. 20, n. 51, 2009. Disponível em: . Acesso em 06 jan. 2011.

PARK, J.; BRORSON, T. Experiences of and views on third-party assurance of corporate environmental and sustainability reports. Journal of Cleaner Production, v. 13, p. 1095-1106, 2005. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2004.12.006

PEREIRA, R. S.; FARIA, A. C.; SOUZA, M. T. S. Análise dos indicadores de sustentabilidade no segmento químico e petroquímico. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 33., 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: ANPAD, 2009.

PRADO-LORENZO, J. M.; GALLEGO-ALVAREZ, I.; GARCIA-SANCHEZ, I. M. Stakeholder engagement and corporate social responsibility reporting: the ownership structure effect. Corporate Social Responsibility and Environmental Management, v. 16, p. 94-107, 2009. http://dx.doi.org/10.1002/csr.189

SEARCY, C.; KARAPETROVIC, S.; McCARTNEY, D. Designing sustainable development indicators: analysis for a case study. Measuring Business Excellence, v. 9, n. 2, p. 33-41, 2005. http://dx.doi.org/10.1108/13683040510602867

SIKDAR, S. K. Sustainable development and sustainability metrics. American Institute of Chemical Engineers Journal, v. 49, n. 8, p. 1928-1932, 2003. http://dx.doi.org/10.1002/aic.690490802

SKOULOUDIS, A., EVANGELINOS, K., KOURMOUSIS, F. Development of an evaluation methodology for triple bottom line reports using international standards on reporting. Environmental Management, v. 44, p. 298-311, 2009. http://dx.doi.org/10.1007/s00267-009-9305-9

SOUZA, E. G.; ANDRADE, E. O.; CÂNDIDO, G. A. Estudo exploratório nos municípios produtores de leite bovino no estado da Paraíba. REAd, v. 14, n. 3 set-dez, 2008. Edição 61.

SUSTAINABILITY LTD.; FUNDAÇÃO BRASILEIRA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL - FBDS; PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O MEIO AMBIENTE - PNUMA. Rumo à credibilidade. dez. 2008. Disponível em: . Acesso em: 13 ago. 2009.

5883a4497f8c9da00c8b487a production Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections