Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132011005000030
Production
Article

Avaliação de desempenho acústico de um consultório odontológico

Evaluation of acoustic performance of a dental office

Fernandes, Julio César; Santos, Larissa Nascimento dos; Carvalho, Homero Jorge M. de

Downloads: 0
Views: 132

Resumo

Este trabalho tem por objetivo a avaliação acústica de um consultório odontológico situado na cidade de João Pessoa (PB), considerando diversas situações de utilização do espaço. Foi realizado a partir de levantamento físico do ambiente, da identificação das atividades desenvolvidas, da identificação das fontes externas e internas de ruídos e da medição dos níveis destes. Estes últimos foram comparados com a NBR 10.152 (ABNT, 1987). Em seguida, foram realizados cálculos do isolamento acústico e do tempo de reverberação para a elaboração de soluções corretivas do problema encontrado. Constatou-se que o ambiente não atende aos parâmetros acústicos e que, apesar de os níveis de ruído medidos não causarem danos à saúde dos usuários, provocam desconforto.

Palavras-chave

Conforto acústico. Consultório odontológico. Isolamento acústico. Reverberação.

Abstract

This work analyses the acoustic comfort of a dentistry clinic located João Pessoa, considering several situations of use of the space. It was developed through a physical survey of the place (dimensions and materials), identification of the performed activities, identification external and internal sources of noise and measurement of the noise levels. The noise levels measured were compared with the NBR 10.152 (ABNT, 1987) norm standards. Soon after, the isolation and the time of reverberation were calculated in order to solve the problem. The results show that the clinic is uncomfortable because it does not meet the acoustic standards of the norms.

Keywords

Acoustics comfort. Clinic. Acoustic isolation. Reverberation.

References



ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT. NBR 10152: Níveis de ruído para conforto acústico. Rio de Janeiro, 1997.

BARROS, O. B. Ergonomia 1: a eficiência ou rendimento e a filosofia correta de trabalho em odontologia. São Paulo: Pancast, 1991.

BERTOLI, S. R.; CARNEIRO, A. R. Desempenho acústico de consultórios odontológicos. Acústica, p. 1-8, 2004.

CARVALHO, R. P. Acústica arquitetônica. Brasília: Thesaurus, 2006.

IIDA, I. Ergonomia: projeto e produção. 2. ed. São Paulo: Lucher, 2005.

LACERDA, A. et al. Nível de pressão sonora de um consultório odontológico: uma análise ergonômica. Tuluti: Ciência e Cultura, n. 26, p. 17-24, 2002.

NORMA Regulamentadora n. 15: atividades e operações insalubres. Brasília, 1978.

NORMA Regulamentadora n. 17: Ergonomia. Brasília, 1990.

PARAGUAY, A. T. T. Perda auditiva induzida por ruído em consultório odontológico. 1999. 79 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Fonoaudiologia)-Cefac, Recife, 1999.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Saúde. Norma: uma técnica que dispõe sobre o diagnóstico de perda auditiva induzida por ruído e a redução e controle do ruído nos ambientes e postos de trabalho. São Paulo, 1994.

TÔRRES, B. O. A Perda Auditiva Induzida pelo Ruído (PAIR) na formação odontológica: conhecimentos e níveis de exposição. 2007. Dissertação (Mestrado em Odontologia)-Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Natal, 2007.

5883a3c07f8c9da00c8b4619 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections