Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132010005000059
Production
Article

Alavancando pesquisa, desenvolvimento e inovação no setor de autopeças: análise e propostas a partir de survey e estudo qualitativo focado

Leveraging research, development and innovation in the Brazilian autoparts industry

Salerno, Mario Sergio; Miranda, Zil; Kamisaki, Fernando Yutaka; Maluta, Geovani

Downloads: 0
Views: 337

Resumo

O texto discute maneiras de incentivar a atividade inovadora de engenharia de projeto de produto no setor automotivo, particularmente no segmento de autopeças. Utiliza instrumentos de pesquisa científica para fundamentar a sugestão de instrumentos de política pública. Trabalha dados secundários e realiza survey e entrevistas em profundidade, de cunho qualitativo. Baseia-se no conceito de sede de projeto desenvolvido por Salerno et al. (2009), que relaciona o controle das especificações de projeto (part numbers) com a escolha de fornecedores e, portanto, com o enraizamento da cadeia produtiva num determinado espaço nacional ou regional. Isso confere importância ímpar à atividade de projeto de produto e a define como alavancadora da produção no setor. Propõe a criação de centros de pesquisa pré-competitiva, centros de serviços de ferramentaria e programa massivo de extensão gerencial/organizacional para PMEs, com consultoria dentro das empresas, para aumentar sua capacitação e integrá-las em instrumentos públicos de incentivo à inovação.

Palavras-chave

Inovação. Indústria automobilística. Projeto de produto. Desenvolvimento industrial. Política de inovação.

Abstract

The paper discusses how to leverage product design activities in the automotive sector, with focus on the components industry. Scientific research methods are used to anchor public policy suggestions. It is based on the concept of design headquarters (SALERNO et al., 2009), that relates design specifications and part numbers control with the power to choose suppliers – with local or national supply chain roots. It gives upmost importance to product design activity, which may be considered as an inductor of local production. The paper proposes the creation of precompetitive research centers, service centers for tool and die design, and a massive extension of the organizational/managerial program, with experts/consultants visiting plants to suggest improvements and to integrate companies with public agencies tasked with promoting innovation.

Keywords

Innovation. Automotive industry. Product design and development. Industrial development. Innovation policy.

References



ARAÚJO, R. D. Esforços tecnológicos de firmas transnacionais e domésticas. In: DE NEGRI, J. A.; SALERNO, M. S. (Orgs.) Inovações, padrões tecnológicos e desempenho das firmas industriais brasileiras. Brasília: IPEA, 2005. cap. 4, p. 119-170.

ARBIX, G. et al. Projeto Metodologia para Conceber e Executar Plano de Mobilização Brasileira pela Inovação Tecnológica - MOBIT. Relatório Final. São Paulo: ABDI/Cebrap/Observatório da Inovação e Competitividade da USP, 2007. Disponível em: .

ARBIX, G.; ZILBOVICIUS, M. (Orgs.). De JK a FHC: a reinvenção dos carros. São Paulo: Scritta, 1997.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DAS EMPRESAS INOVADORAS - ANPEI. Como alavancar a inovação tecnológica nas empresas. São Paulo, 2004.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS FABRICANTES DE VEÍCULOS AUTOMOTORES - ANFAVEA. Carta da ANFAVEA, n. 283. São Paulo: ANFAVEA, 2009a.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS FABRICANTES DE VEÍCULOS AUTOMOTORES -ANFAVEA. Anuário Estatístico da Indústria Automobilística Brasileira 2009. São Paulo: ANFAVEA, 2009b. Disponível em: .

AVELLAR, A. P. Avaliação de impacto do Programa de Desenvolvimento Tecnológico Industrial (PDTI) sobre o gasto em atividades inovativas e em P&D das empresas Industriais. In: KUBOTA, L. C.; DE NEGRI, J. A. (Orgs.). Políticas de incentivo à inovação tecnológica no Brasil. Brasília: Ipea, 2008.

BAGLEY, K. The early American Industrial Revolution, 1793 - 1850. Mankato: Bridgestone Books, 2003.

BECKER, M.; ZIRPOLI, F. Organizing new product development - knowledge hollowing-out and knowledge integration - the Fiat Auto case. International Journal of Operations and Production Management, v. 23, n. 9, 2003.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. RAIS. Relação Anual de Informações Sociais. Brasília, DF, 2007. Disponível em: .

CAMARGO, O. S. et al. Modularity and profits: a study of assemblers and suppliers profits after ten years of tiering in Brazil. In: GERPISA INTERNATIONAL COLLOQUIUM, 15., 2007, Paris. Anais... Disponível em: .

CERA, A. L.; MAIA, J. L.; ALVES FILHO, A. G. Aspectos estratégicos, estruturais e relacionais de três cadeias de suprimentos automotivas. Gestão & Produção, v. 14, n. 2, p. 253-265, 2007.

CLARK, K. B.; FUJIMOTO, T. Product development performance: strategy, organisation and management in the world auto industry. Boston: Harvard Business Press, 1991.

DE NEGRI, J. A.; SALERNO, M. S. (Orgs.) Inovações, padrões tecnológicos e desempenho das firmas industriais brasileiras. Brasília: IPEA, 2005. Disponível em: .

DIAS, A. V. C. D. Produto mundial, engenharia brasileira: integração de subsidiárias no desenvolvimento de produtos globais na indústria automobilística. 2003. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003. Disponível em: .

DIAS, A. V. C. D.; SALERNO, M. S. Descentralização das atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Engenharia de empresas transnacionais: uma investigação a partir da perspectiva de subsidiárias automotivas. Gestão & Produção, v. 16, n. 2, p. 187-199, 2009.

EISENHARDT, K. M. Building theories form case studies research. The Academy of Management Review, v. 14, n. 5, p. 532-554, 1989.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L. Estratégias competitivas e competências essenciais: perspectivas para a internacionalização da indústria no Brasil. Gestão & Produção, v. 10, n. 2, p. 129-144, 2003.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L. Política Industrial 2. São Paulo: Publifolha, 2004. (Coleção Biblioteca Valor).

FLEURY, A.; VARGAS, N. (Eds). Organização do trabalho: uma abordagem interdisciplinar. São Paulo: Atlas, 1983.

GRANDE, M. M. Distribuição de veículos: uma análise da reestruturação dos canais de distribuição de automóveis novos no Brasil. 2004. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção) - Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: .

HIRATA, H. (Org.). Sobre o "modelo" japonês: automatização, novas formas de organização e de relações de trabalho. São Paulo: EDUSP, 1993.

HUMPHREY, J.; SALERNO, M. S.; LECLER, Y. (Eds.). Global strategies and local realities: the auto industry in emerging markets. London: MacMillan, 2000.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Pesquisa Industrial de Inovação Tecnológica 2003. Rio de Janeiro, 2005.

INTERNATIONAL ORGANIZATION OF MOTOR VEHICLE MANUFACTURERS - OICA. Production Statistics. Paris, 2008. Disponível em: . Acesso em: 26 abr. 2010.

LEAVER, A. et al. Adding finance to industrial companies: the cases of Caterpillar, Ford and GE. In: GERPISA INTERNATIONAL COLLOQUIUM, 12., 2004, Paris. Disponível em: .

LIMA, J. C. S. Um Estudo sobre a reconfiguração da função compras em empresas do setor automotivo. 2004. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: .

LONGO, W. P.; OLIVEIRA, A. R. P. Pesquisa cooperativa e centros de excelência. Parcerias Estratégicas, n. 9, p. 129-144, 2000. Disponível em: .

LUNG, Y. et al. Flexibility through modularity: experimentations with fractal production in Brazil and in Europe. In: LUNG, Y. et al. (Eds.) Coping with variety: flexible productive systems for product variety in the auto industry. Aldershot: Ashgate, 1999. cap. 9, p. 224-257.

MARX, R.; ZILBOVICIUS, M.; SALERNO, M. S. The "modular consortium" in a new VW truck plant in Brazil: new forms of assembler and suppliers relationship. Integrated Manufacturing Systems - The International Journal of Manufacturing Technology Management, v. 8, n. 5, p. 292-8, 1997.

MUNIZ, S. T. G. What is the role of services in the automotive industry? In: GERPISA INTERNATIONAL COLLOQUIUM, 13., 2005, Paris. Anais... Disponível em: .

OHNO, T. O Sistema Toyota de Produção: além da produção em larga escala. Porto Alegre: Bookman, 1997.

PROENÇA, A. Dinâmica estratégica sob uma perspectiva analítica: refinando o entendimento gerencial. Arché, v. 8, n. 23, p. 95-134, 1999.

QUEIROZ, S. R. R. Globalização da P&D: oportunidades para o Brasil. Parcerias Estratégicas, n. 20, 2005. Disponível em: .

SALERNO, M. S. et al. A nova configuração da cadeia de fornecimento na indústria automobilística no Brasil. Revista de Administração, v. 38, n. 3, p. 192-204, 2003.

SALERNO, M. S. et al. Design headquarters and modular supply best practices in the automobile industry: lessons learned from the Brazilian case. International Journal of Manufacturing Technology Management, v. 18, n. 4, p. 361-376, 2009.

SALERNO, M. S. The characteristics and the role of modularity in the automotive business. International Journal of Automotive Technology and Management, v. 1, n. 1, p. 92-107, 2001.

THIOLLENT, M. A captação de informações nos dispositivos de pesquisa social: problemas de distorção e relevância. Cadernos CERU, n. 16, p. 81-105, 1981.

THIOLLENT, M. Pesquisa-ação nas organizações. São Paulo: Atlas, 1997.

VOSS, C.; TSIKRIKTSIS, N.; FROHLICH, M. Case research in operations management. International Journal of Operations and Production Management, v. 22, n. 2, p. 195-219, 2002.

YIN, R. K. Case study research: design and methods. 2. ed. Thousand Oaks: Sage, 1994.

ZILBOVICIUS, M.; MARX, R.; SALERNO, M. S. A comprehensive study of the transformation of the Brazilian automotive industry. International Journal of Automotive Technology and Management, v. 2, n. 1, p. 10-23, 2002.



5883a3ca7f8c9da00c8b4642 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections