Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132010005000015
Production
Article

Acidentes de trabalho com profissionais de saúde de um hospital universitário

Work accidents among healthcare professionals in a university hospital

Bakke, Hanne Alves; Araújo, Nelma Mirian C. de

Downloads: 0
Views: 384

Resumo

Esta pesquisa almejou estudar os registros de acidentes de trabalho envolvendo profissionais de saúde em um hospital universitário, determinando as categorias profissionais com maiores índices de ocorrências e os setores mais críticos da organização. Os dados dos registros de acidentes analisados foram: sexo, idade, profissão, local do acidente, tipo de acidente, agente da lesão, área afetada e número de horas entre o início da jornada e a ocorrência do acidente. Os documentos foram obtidos através da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do hospital e os dados foram analisados com a aplicação do teste do Qui-Quadrado para avaliar as diferenças entre dados. As mulheres e a equipe de enfermagem foram os mais acometidos e a maioria dos acidentes envolveu material biológico. Houve ocorrência significativa entre 0 e 4 horas após o início da jornada. Estas informações deverão embasar medidas preventivas entre os profissionais de saúde e da administração.

Palavras-chave

Acidentes de trabalho. Profissionais de saúde. Hospital.

Abstract

This research aimed to study the occurrence of work accidents involving healthcare professionals in a university hospital, determining those professional categories with greatest number of occurrences and the most critical sectors in the organization. The data analyzed from the work accidents register were: sex, age, profession, place of accident, type of accident, cause of lesion, affected area and number of hours between the beginning of the work journey to the accident. The documents were obtained through the Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), and data were analyzed with Qui-Square Test. Female individuals and the nursing team were the most affected, and most of the accidents involved biological material. There were significant occurrences between 0 and 4 hours after the beginning of the work journey. Information from this study should provide a basis for preventive measures among health and administrative professionals.

Keywords

Work accidents. Healthcare professionals. Hospital.

References



ALEXANDRE, N. M. C.; BENATTI, M. C. C. Acidentes de trabalho afetando a coluna vertebral: um estudo realizado com trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 6, n. 2, p. 65-72, 1998.

ASFAHL, C. R. Gestão de segurança do trabalho e de saúde ocupacional. São Paulo: Reichmann e Autores Editores, 2005.

BALSAMO, A. C.; FELLI, V. E. A. Estudo sobre os acidentes de trabalho com exposição aos líquidos corporais humanos em trabalhadores da saúde de um hospital universitário. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 14, n. 3, p. 346-353, 2006.

BARBOZA, D. B.; SOLER, Z. A. S. G. Afastamentos do trabalho na enfermagem: ocorrências com trabalhadores de um hospital de ensino. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 11, n. 2, p. 177-183, 2003.

BRAGA, D. Acidente de trabalho com material biológico em trabalhadores da equipe de enfermagem do centro de pesquisas Hospital Evandro Chagas: um olhar da saúde do trabalhador. 2000. 86 f. Dissertação (Mestrado em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana) - Escola Nacional de Saúde Pública, Centro de Estudos de Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro.

BRASIL. Ministério da Previdência Social. Anuário estatístico da Previdência Social 2007. Brasília, 2007. Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2008.

CANINI, S. R. M. S. et al. Acidentes perfurocortantes entre trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário do interior paulista. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 10, n. 2, p. 172-178, 2002.

CASSOLI, L. M. Acidente ocupacional com material biológico: adesão ao seguimento ambulatorial segundo as características do acidente e do acidentado. 2006. 136 f. Dissertação (Mestrado em Moléstias Infecciosas e Parasitárias) - Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias, Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2007.

CEZAR, E. S.; MARZIALE, M. H. P. Problemas de violência ocupacional em um serviço de urgência hospitalar da Cidade de Londrina, Paraná, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 22, n. 1, p. 217-221, 2006.

FORTUNA, C. M. et al. Alguns aspectos do trabalho em saúde: os trabalhadores e os processos de gestão. Saúde em Debate: Revista do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde, v. 26, n. 62, p. 272-281, 2002.

GASPAR, S.; MORENO, C.; MENNA-BARRETO, L. Os plantões médicos, o sono e a ritmicidade biológica. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 44, n. 3, p. 239-245, 1998.

GONÇALVES, N. M. A. Estudo das falhas humanas da equipe de enfermagem no plano assistencial. 2002. 138 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

IIDA, I. Ergonomia - projeto e produção. 2 ed. São Paulo: Edgard Blucher, 2005.

MACHADO, A. A. Fatores relacionados à adesão de trabalhadores da área de saúde que sofreram acidente ocupacional com risco biológico. 2006. 197 f. Tese (Livre Docência) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.

MARTINO, M. M. F.; MISKO, M. D. Estados emocionais de enfermeiros no desempenho profissional em unidades críticas. Revista da Escola de Enfermagem - USP, v. 38, n. 2, p. 161-167, 2004.

MARZIALE, M. H. P.; NISHIMURA, K. Y. N.; FERREIRA, M. M. Riscos de contaminação ocasionados por acidentes de trabalho com material pérfuro-cortante entre trabalhadores de enfermagem. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 12, n. 1, p. 36-42, 2004.

NAPOLEÃO, A. A. et al. Notas e informações: causas de subnotificação de acidentes do trabalho entre trabalhadores de enfermagem. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 8, n. 3, p. 119-120, 2000.

NISHIDE, V. M.; BENATTI, M. C. C. Riscos ocupacionais entre trabalhadores de enfermagem em uma Unidade de Terapia Intensiva. Revista da Escola de Enfermagem - USP, v. 38, n. 4, p. 406-414, 2004.

NISHIDE, V. M.; BENATTI, M. C. C.; ALEXANDRE, N. M. C. Ocorrência de acidente do trabalho em uma Unidade de Terapia Intensiva. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 12, n. 2, p. 204-211, 2004.

OSÓRIO, C.; MACHADO, J. M. H.; MINAYO-GOMEZ, C. Proposição de um método de análise coletiva dos acidentes de trabalho no hospital. Cadernos de Saúde Pública, v. 21, n. 2, p. 517-524, 2005.

RAPPARINI, C. et al. Occupational exposures to bloodborne pathogens among healthcare workers in Rio de Janeiro, Brazil. Journal of Hospital Infection, v. 65, p. 131-137, 2007. Disponível em: . Acesso em: 07 nov. 2007.

REZENDE, M. P. Agravos à saúde de auxiliares de enfermagem resultantes da exposição ocupacional aos riscos físicos. 2003. 127 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem Fundamental) - Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.

RUIZ, M. T.; BARBOZA, D. B.; SOLER, Z. A. S. G. Acidentes de trabalho: um estudo sobre esta ocorrência em um hospital geral. Revista Arquivos de Ciências da Saúde, v. 11, n. 4, p. 219-224, 2004.

SANTOS, P. R. Estudo do processo de trabalho da enfermagem em hemodinâmica: cargas de trabalho e fatores de riscos à saúde do trabalhador. 2001. 145 f. Dissertação (Mestrado em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana) - Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro.

TARANTOLA, A. et al. A descriptive, retrospective study of 567 accidental blood exposures in healthcare workers in three West African countries. Journal of Hospital Infection, v. 60, p. 276-282, 2005. Disponível em: . Acesso em: 07 nov. 2007.

VAN GEMERT-PIJNEN, J. et al. Effectiveness of protocols for preventing occupational exposure to blood and body fluids in Dutch hospitals. Journal of Hospital Infection, v. 62, p. 166-173, 2006. Disponível em: . Acesso em: 07 nov. 2007.

XELEGATI, R.; ROBAZZI, M. L. C. C. Riscos químicos a que estão submetidos os trabalhadores de enfermagem: uma revisão de literatura. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 11, n. 3, p. 350-356, 2003.

XELEGATI, R. et al. Riscos ocupacionais químicos identificados por enfermeiros que trabalham em ambiente hospitalar. Revista Latino-Americana de Enfermagem Online, v. 14, n. 2, 2006. Disponível em: . Acesso em: 06 nov. 2007.

5883a3cb7f8c9da00c8b464a 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections