Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132006000200007
Production
Article

Um novo modelo de pesquisa de clima organizacional

A new model of organizational climate research

Bispo, Carlos Alberto F.

Downloads: 0
Views: 334

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar um novo modelo de pesquisa de clima organizacional aplicável a uma empresa de qualquer natureza, seja pública ou privada. Este modelo foi elaborado após terem sido realizadas pesquisas tanto na literatura pertinente como em empresas que já realizaram esta atividade e com profissionais da área de Recursos Humanos, Assistência Social e Assistência Médico-Hospitalar que já tiveram experiência com o levantamento e a análise do clima organizacional em empresas. Este modelo foi aplicado em duas empresas públicas de grande porte, obtendo bons resultados.

Palavras-chave

Gestão do clima organizacional, pesquisa de clima organizacional, gestão dos recursos humanos

Abstract

The aim of this work is to introduce a new model of Organizational Climate Research that may be applied in any type of enterprise, be it public or private. This model was worked on after a long bibliographical research as well as at companies that have already done this kind of work and also with professionals from area Human Resources, Social Works and Medical-Hospital Assistance, who had already had some experience in this area. This model was applied in two big public companies, obtaining good results.

Keywords

Organizational climate management, organizational climate research, human resources management

References



CHIAVENATO, I. Introdução à teoria geral da administração: uma visão abrangente da moderna administração das organizações. Rio de Janeiro: Elsevier, 7. ed, 2003

CODA, R. Estudo sobre clima organizacional traz contribuição para aperfeiçoamento de pesquisa na área de RH. In: Boletim Administração em Pauta, suplemento da Revista de Administração, São Paulo. IA-USP, n. 75, dez., 1993.

CODA, R. Pesquisa de clima organizacional e gestão estratégica de recursos humanos. In: BERGAMINI, C. W.; CODA; R. (organizadores). Psicodinâmica da vida organizacional: motivação e liderança. São Paulo: Atlas, 1997.

KOLB, D. A. et al. Psicologia Organizacional: uma abordagem vivencial. São Paulo, Atlas, 1986.

KOZLOWSKI, S. W. J.; DOHERTY, M. L. Integration of climate and leadership: examination of a neglected issue. Journal of Applied Psychology, v. 74, n. 4, p. 546-553, 1989.

LEVERING, R. The 100 best companies to Work for in America. New York: Addison-Wesley, 1984.

LEVERING, R. Um excelente lugar para se trabalhar: o que torna alguns empregadores tão bons e outros tão ruins. Rio de Janeiro: Qualitymark Editora, 1997.

LIKERT, R. A technique for the measurement of attitudes. Archives of Psychology, n. 140, p. 1-50, 1932.

LITWIN, G. H., STRINGER, R. A. Motivation and organizational climate. Cambridge: Harvard University Press, 1968.

LUZ, J. P. Metodologia para análise de clima organizacional: um estudo de caso para o Banco do Estado de Santa Catarina. Florianópolis, 2001. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção – UFSC.

OSGOOD, C. E. The measurement of meaning. In: SNIDER, J. G.; OSGOOD, C. E. Semantic differential technique. Chicago: Aldine Publishing, 1969, p. 3-41.

PAYNE, R. L.; MANSFIELD, R. Relationship of perceptions of organizational climate to organizational structure, context e hierarchical position. Administrative Science Quarterly, n. 18, p. 515-526, 1973.

PEREIRA, L. A. (2003) Poder e clima organizacional: um estudo de caso em uma empresa petroquímica. Florianópolis, 2003. Dissertação (Mestrado). Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas, Universidade Federal de Santa Catarina.

RIZZATTI, G. Análise de fatores significativos do clima organizacional da UFSC: contribuição para implantação do programa de qualidade. Florianópolis. Dissertação (Mestrado). Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas, Universidade Federal de Santa Catarina, 1995.

RIZZATTI, G. Categorias de análise de clima organizacional em universidades federais brasileiras. Florianópolis, 2002. Tese (Doutorado). Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas, Universidade Federal de Santa Catarina.

SBRAGIA, R. Um estudo empírico sobre clima organizacional em instituições de pesquisa. Revista de Administração, v. 18, n. 2, p. 30-39, 1983.

SOUZA, E. L. P. Diagnóstico de clima organizacional. Revista de Administração Pública, v. 11, n. 2, p. 141-58, abr./jun., 1977.

SOUZA E. L. P. Clima e cultura organizacionais: como se manifestam e como se manejam. São Paulo: Edgard Blucher, 1978.

SOUZA, E. L. P. Percepção de clima conforme escalão hierárquico. Revista de Administração de Empresas, v. 20, n. 4, p. 51-56, out./nov., 1980.

SOUZA, E. L. P. Clima e motivação em uma empresa estatal. Revista de Administração de Empresas, v. 22, n. 1, p. 18-38, 1982.

SOUZA, E. L. P. Clima e estrutura de trabalho. Revista de Administração, v. 18, n. 3, p. 68-71, jul./set., 1983.



5883a3fa7f8c9da00c8b4713 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections