Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132005000300012
Production
Article

Logística e troca eletrônica de informação em empresas automobilísticas e alimentícias

Logistics and electronic information interchange in automotive and food companies

Ferreira, Karine Araujo; Alves, Maria Rita P. A.

Downloads: 0
Views: 315

Resumo

Este artigo analisa impactos na logística pela troca eletrônica de informações entre empresas (com uso de EDI – Electronic Data Interchange e Internet), destacando a diferença destes impactos em empresas das indústrias alimentícia e automobilística. As empresas são pressionadas por parceiros para adoção destas tecnologias: a montadora é a responsável na cadeia automobilística e o grande varejo é o disseminador na cadeia alimentícia. O EDI pressupõe relações contratuais entre as empresas. As processadoras de alimentos observaram redução de erros e no tempo dos ciclos de pedido, assim como melhoria na visibilidade dos estoques e no planejamento de transporte para distribuição de seus produtos. Já nas empresas da indústria automobilística, os impactos são mais significativos no tempo e custo de processamento de pedido, com redução nos níveis e custo de estoque e de transporte para suprimento. Os resultados são de pesquisa de natureza qualitativa – estudos de casos.

Palavras-chave

Logística, tecnologia de informação, indústria de alimentos, indústria automobilística

Abstract

This paper analyzes the impacts of electronic information exchange (EDI – Electronic Data Interchange and Internet) toward companies' logistics performance, emphasizing the difference of these impacts within food and automobile industries. Companies are being impelled by their partners to adopt these information technologies, whether: vehicle assemblers are responsible for the automobile chain; and great retailers work as disseminators through the food chain. EDI's implementation requires contractual relations among companies. Therefore, food processing industries aim to reduce both errors and cycle-time orders; as well as to improve inventory visibility and transport planning in the distribution of its products. However, in the automobile companies segment, the impacts are more significant in time and order processing costs, with the reduction of inventory and transport level's costs for supplying. The presented results are of qualitative research nature – case studies.

Keywords

Logistics, information technology (IT), food industry, automotive industry

References



A MELHOR de cada segmento. Revista As Melhores do Transporte, ano 14, n.14, nov. 2001.

ANTONIO, D.G. – Distribuição DRP (Distribution Requirements Planning) no âmbitoda gestão da demanda. 2003. 58 p. Monografia (Graduação em Engenharia de Produção) – Departamento de Engenharia de Produção, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos.

BALLOU, R.H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento, organização e logística empresarial. Porto Alegre: Bookman, 2001.

BOWERSOX, D.J.; CLOSS, D. J. Logística empresarial: o processo de integração da cadeia de suprimento. São Paulo: Atlas, 2001.

CHOPRA, S.; MEINDL, P. Gerenciamento da cadeia de suprimentos. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

COUNCIL OF SUPPLY CHAIN MANAGEMENT PROFESSIONALS (CSCMP). Definition of logistics management. Disponível em: . Acesso em: jan. 2005.

EAN Brasil. Introdução ao EDI. Biblioteca Técnica, 2003. Disponível em:

Acesso em: dez., 2003.

FERREIRA, K. A. Tecnologia da informação e logística: os impactos do EDI nas operações logísticas de uma empresa da indústria automobilística. 2003. 147 p. Monografia(Graduação em Engenharia de Produção) – Departamento de Engenharia de Produção / Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto.

FERREIRA, K.A.; SOUZA, L.S.; ASSUMPÇÃO, M.R. O uso da Tecnologia de Informação na Indústria de Alimentos. In: Simpósio de Gestão de Inovação Tecnológica, XXIII, 2004, Curitiba. Anais... Curitiba, PR, out. 2004, CD-ROM.

GALLINA, R. As cadeias produtivas de transformação de plásticos na indústriaautomobilística: um estudo multicaso na utilização do EDI ao longo de uma cadeia de pequenas e médias empresas nacionais. 2001. 149 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Departamento de Engenharia de Produção, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

GIANNOCCARO, I.; PONTRANDOLFO, P. Aligning inventory managements systems to supply chain types. In: DIERDONCK, R; VEREECKE,A. (Eds). Operations management- crossing borders and boundaries: the changing role of operations. Ghent, Belgium: Academic Press A Cientific Booksellers, 2000.

HAGELAAR, G.; VAN DER VORST, J.G. Environmental Supply Chain Management: using life cycle assessment to structure supply chains. International Foodand Agribusiness Management Review, v. 4, p. 399-412, 2002.

HASSELBRING, W.; WEIGAND, H. Languages for electronic business communication: state of the art. Industrial Management & Data Systems, v.101, n. 5, p. 217-226, 2001.

HOEK, R.; VOS, B.; COMMANDEUR, H. Restructuring European Supply Chains by Implementing Postponement Strategies. Long Range Planning, v. 32, n. 5, p. 505-518, 1999.

LAMBERT, D.M; STOCK, J.R.; VANTINE,J.G. Administração estratégica da logística. São Paulo: Vantine Consultoria, 1998.

LANCIONI, R.; SMITH, M. F.; SHAU, H. J. Strategic Internet application trends in supply chain management. Industrial Marketing Management, n. 32, p. 221-217, 2003.

LANKFORD, W.M.; JOHNSON, J.E. EDI via the Internet. Information Management&Computer Security, v. 8, n. 1, p. 27-30, 2000.

LAUDON, K.C.; LAUDON, J.P. Sistemas de informação com internet. 4. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1999.

MACHUCA, J.A.; BARAJAS, R.P. The impact of electronic data interchange on reducing bullwhip effect and supply chain inventory costs. Transportation Research Part E:Logistics and Transportation Review, p. 1-20, 2003. Disponível em: . Acesso em: dez. 2003.

NAZÁRIO, P. Papel do Transporte na Estratégia Logística. In: FLEURY, P.F.; FIGUEIREDO, K.; WANKE, P. (Org.). Logística empresarial.São Paulo: Atlas, 2000. p. 126-132. Coleção COPPEAD de Administração.

PIRES, S.R.I. Gestão da cadeia de suprimentos: conceitos, estratégias, práticas e casos – supply chain management. São Paulo: Atlas, 2004.

SLACK, N. et al.Administração da produção. 2. ed. São Paulo, 2002.

SOUZA, L. O uso do ERP (Enterprise Resource Planning) e seu impacto na gestão desuprimentos em empresas da indústria de alimentos.2005. 161 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Departamento de Engenharia de Produção, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos.

STANK, T.; CRUM, M.; ARANGO, M. Benefits of Interfirm Coordination In Food Industry Supply Chains. Journal of Business Logistics, v. 20, n. 2, p. 21-41, 1999.

WANKE, P. Gestão de estoques. In: FLEURY, P.F.; FIGUEIREDO, K.; WANKE, P. (Org.). Logística empresarial. São Paulo: Atlas, 2000. p. 177-208. Coleção COPPEAD de Administração.



5883a4017f8c9da00c8b4734 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections