Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132005000100010
Production
Article

Competitividade internacional da indústria brasileira exportadora de papel de imprimir e escrever à luz da cadeia de valor

Printing and writing paper export Brazilian industry international competitiveness by the value chain

Silva, Cristian Luiz da

Downloads: 0
Views: 142

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar o posicionamento estratégico das principais empresas exportadoras mundiais e brasileiras de papel de imprimir e escrever a partir do estudo da cadeia de valor. Para tanto, realizou-se uma pesquisa tipo aplicada, de nível explicativo e de caráter qualitativo. A amostra foi selecionada por tipicidade e a pesquisa aconteceu em duas etapas. A primeira etapa foi uma pesquisa indireta, a fim de conhecer o posicionamento competitivo dos principais exportadores mundiais, que representam 35% da produção mundial. Na segunda etapa a pesquisa foi direta, por meio de entrevistas semi-estruturadas, com as quatro principais empresas exportadoras do Brasil, além de um agente de financiamento, uma consultoria desta atividade e a associação de classe. A análise por meio da cadeia de valor mostrou que a vantagem absoluta baseada na dotação de recursos naturais e o seu desenvolvimento não garantem a competitividade na indústria brasileira.

Palavras-chave

Exportações brasileiras, indústria de papel de imprimir e escrever, competitividade, cadeia de valor

Abstract

This article aims at analyzing the strategic positioning of international and Brazilian Printing and Writing Paper companies based on the value chain analysis. To that end, we carried out a two-step explanatory and qualitative applied research, choosing the samples according to their types. The first step consisted in an indirect research aimed at knowing the competitive position of the main world exporters which account for 35% of the world production. The second step consisted in a direct research carried out through semi-structured interviews with the four main Brazilian export companies, a financing agent, a consultancy on that activity and its class association. The value chain analysis allowed us to reach the conclusion that the absolute advantage based on natural resources endowment and development does not guarantee the Brazilian industry competitiveness.

Keywords

Brazilian exports, printing and writing paper industry, competitiveness, value chain

References



ALÉM, Ana Cláudia. Promoção às exportações: o que tem sido feito nos países da OCDE? Revista do BNDES, Rio de Janeiro, v. 7, n. 14, p. 229-252, dez. 2000.

APP - ASIAN PULP & PAPER. Disponível em: www.asiapulppaper.com. Acesso em: junho 2002.

ARBACHE, Jorge Saba; DE NEGRI, João Alberto. Determinantes das exportações brasileiras: novas evidências. Brasília: mimeo - Universidade de Brasília, 2001.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA TÉCNICA DE CELULOSE E PAPEL (ABTCP). Relatório do Seminário sobre os impasses do setor de celulose e papel nas áreas econômicas e tecnológica. São Paulo, 2000.

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL (BNDES). A participação do sistema BNDES na evolução do setor de celulose e papel no Brasil. Rio de Janeiro, 1991.

BONELLI, Regis. Políticas de competitividade industrial no Brasil - 1995/2000 (texto para discussão n. 810). Rio de Janeiro: IPEA, 2001.

BRACELPA - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CELULOSE E PAPEL. Relatório Estatístico 2000. São Paulo, 2001.

CAPO, Patrícia. BNDES: setor de celulose e papel do Brasil pode vencer os desafios, se pensar global e efetivar a consolidação interna - entrevista com Angela Regina Pires Macedo (BNDES). Revista O Papel, São Paulo, v. 62, n. 6, p. 11-13, jun. 2001.

COUTINHO, Luciano; FERRAZ, João Carlos. Estudo da competitividade da indústria brasileira. 3.ed. Campinas: Papirus: Editora da Universidade Estadual de Campinas, 1995.

FAJNZYLBER, Fernando. Competitividad Internacional: evolución y lecciones. Revista de la Cepal, Santiago de Chile, n. 36, p. 7-24, dec. 1988.

FAO - FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION. Disponível em: Acesso em: abr., 2002.

FERRAZ, João Carlos; KUPFER, David; HAGUENAUER, Lia. Made in Brazil:desafios competitivos para indústria. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

FONSECA, Maria da Graça D.; ZEIDAN,Rodrigo M. Situação da Indústria de Papel & Celulose no Brasil: perspectivas de integração (EU e ALCA). Estudo da Competitividade por cadeias Integradas: Um Esforço de Coordenação de Criação de Estratégias Compartilhadas - Convênio MDIC/FECAMP/NEIT-IE-UNICAMP, 2003.

GEREFFI, Gary; KAPLINSKY, Raphael. The value of value chains: spreading the gains from globalisation. IDS Bulletin: Unided Kingdow, v. 32, n. 3, jul. 2001.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 4.ed. São Paulo: Atlas, 1994.

HAGUENAUER, Lia; PROCHNIK, Victor. Identificação de cadeias produtivas e oportunidades de investimento no Nordeste. Fortaleza: Banco do Nordeste, 2000.

INDONESIA PULP & PAPER INDUSTRY. Directory 1999. Jakarta, 1999.

INTERNATIONAL PAPER do Brasil. Disponível em: www.internationalpaperdobrasil.com. Acesso em: maio 2002.

INSTITUTE Of Development Studies. Value Chain studies. Disponível em: . Acesso em: nov., 2001.

IP - INTERNATIONAL PAPER. Disponível em: . Acesso em: julho, 2002.

IP - INTERNATIONAL PAPER. Anuário 2001. Disponível em: http://www.internationalpaper.com. Acesso em: Julho, 2002.

JORGE, Maurício Mendonça. Competitividade do complexo celulose, papel e gráfica - nota técnica do complexo. Relatório final do complexo celulose, papel e gráfica apresentado ao Estudo da Competitividade da Indústria Brasileira - ECIB. Campinas: Ministério da Ciência e Tecnologia, 1993.

KAPLINSKY, Raphael. Spreading the gains from globalisation: what can be learned from value chain analysis?. IDS Working paper 110. Institute of Development Studies, 2000.

KOPITTKE, Bruno Harmut. CASAROTTO FILHO, Nelson. Análise de Filière: conceitos, métodos e aplicações. Notas de Aula, 1996.

LIMA, Eriksom Teixeira; CARVALHO Júnior, Mário Cordeiro de. Ações para acelerar a expansão das exportações. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, v. 7, n. 14, p. 253-272, dez. 2000.

MACEDO, Mariano de Matos. Condições sociais e competitividade. Revista de Economia, Curitiba: UFPR, v. 26, n. 24, p. 27-45, 2000.

MARCHI GROUP. Disponível em: . Acesso em: junho 2002.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR (MDIC). Barreiras Externas às Exportações Brasileiras - 1999. Brasília, out. 1999.

NORSKE-SKOG . Disponível em: . Acesso em: junho 2002.

OJI PAPER. Disponível em: . Acesso em: junho 2002.

PINHEIRO, Armando Castelar; MOREIRA, Maurício Mesquita. O perfil dos exportadores brasileiros de manufaturados nos anos 90: quais as implicações de política. Texto para Discussão n. 80. Rio de Janeiro: BNDES, 2000.

PORTER, Michael. A vantagem competitiva das nações. Rio de Janeiro: Campus, 1993.

PORTUCEL. Disponível em: . Acesso em: junho, 2002.

POSSAS, Silvia. Concorrência e competitividade: notas sobre estratégia e dinâmica seletiva na economia capitalista. São Paulo: Hucitec, 1999.

REVISTA CELULOSE & PAPEL. São Paulo, 1986-2000.

RESENDE, Marco Flávio da Cunha; TEIXEIRA, Joanílio Rodolpho. Competitividade, vulnerabilidade externa e crescimento na economia brasileira: 1978/2000. Texto para Discussão, n. 844. Brasília: IPEA, 2001.

REVISTA O PAPEL. São Paulo: ABTCP, 1996-2002.

RIPASA. Disponível em: . Acesso em: maio 2002.

SAPPI. Disponível em: www.sappi.com. Acesso em: junho 2002.

SHANK, John K.; GOVINDARAJAN, Vijay. A revolução dos custos: como reinventar e redefinir sua estratégia de custos para vencer em mercados crescentemente competitivos. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

SILVA, Christian Luiz da. Competitividade na cadeia de valor: um modelo econômico para tomada de decisão empresarial. 2. ed. Curitiba: Juruá, 2004.

SOTO B., Fernando. Da indústria do papel ao complexo florestal no Brasil: o caminho do corporatismo tradicional ao neocorporatismo. Texto para Discussão, n.14,Campinas: IE-UNicamp, 1993.

STORA ENSO. Disponível em: . Acesso em: julho, 2002.

STORA ENSO. Anuário 2000. Disponível em: . Acesso em: julho, 2002.

SUZANO. Disponível em: www.suzano.com.br. Acesso em: maio 2002.

TORRALPAPEL. Disponível em: . Acesso em: Julho, 2002.

UPM-KIMMENE. Disponível em: . Acesso em: Julho, 2002.

VALENÇA, Antonio Carlos de Vasconcelos; MATTOS, René Luiz Grion. A década de 90 - mercado mundial de papéis. Texto para Discussão n. AO2. Brasília: BNDES, nov. 2000.

VCP - Votorantim Celulose e Papel. Disponível em: www.vcp.com.br. Acesso em: maio 2002.

ZAYEN, Adriane. Estrutura e desempenho da indústria de papel e celulose no Brasil. Dissertação (Mestrado em Economia) - Instituto de Economia Industrial, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1986.

5883a4067f8c9da00c8b474c 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections