Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65131993000200001
Production
Article

A teoria das restrições como balizadora das ações visando a troca rápida de ferramentas

A teoria das restrições como balizadora das ações visando a troca rápida de ferramentas

Antunes Junior, José Antonio V.; Rodrigues, Luis Henrique

Downloads: 0
Views: 222

Resumo

O presente artigo propõe a sinergia entre duas técnicas famosas no contexto da gestão industrial: a Troca Rápida de Ferramenta (TRF) e a Teoria das Restrições (Theory of Constraints TOC). Para tanto, inicialmente, discute-se a problemática macroeconômica e sua vinculação com o aspecto microeconômico da TRF. Posteriormente, discute-se as principais vantagens potenciais decorrentes daredução dos custos e dos tempos de preparação. Na seqüência, revisa-se o método da TRF, pontuando-se que a abordagem apresenta uma deficiência no que concerne à apresentação de um procedimento de priorização que permita um plano lógico de ataque à questão. Neste ponto do texto, propõe-se a TOC como balizadora das ações visando a Troca Rápida de Ferramentas. Após uma breve revisão teórica da TOC, apresenta-se uma discussão sobre a possível sinergia da mesma com a TRF. Finalmente, apresenta-se um exemplo didático e as conclusões finais do artigo.

Palavras-chave

Gerência de Produção, TDC, Troca Rápida de Ferramentas

Abstract

This paper presents the relationship between two well-known techniques with in lndustrial Management: SMED and the Theory of Constraints (TOC). As a first step, it is discussed the macroeconomics environment and its relationship with microeconomics aspects of the SMED. After that, the main advantages ofcost and set-up time reductions are discussed and the TOC is proposed as away to define priorities to SMED activities. Both, SMED concepts and TOC concepts are presented in this paper. Finally, an example is built up to show the synergy between the two techniques and a conclusion is presented.

Keywords

Operations Management, TOC, System SMED

References



ANTUNES, Júnior J. A. V.. - Considerações sobre a concorrência intercapitalista, a filosofia Justo-a-Tempo e o controle sobre os trabalhadores. Análises, Porto Alegre, volume 1, número 3, 1990, p. 257-275

CORIAT, B.. - Automação programável: novas formas e conceitos de produção. In: SCHIMITZ, H. & CARVALHO, R. Q.: Automação, Competitividade e Trabalho: a experiência internacional, São Paulo, 1988.

DIAS, Marco A.. - Administração de Materiais: uma abordagem logística. Editora Atlas, São Paulo, 1986.

GOLDRATT, Eliyhau M. & COX, Jeff - A meta. Editora do IMAM, São Paulo, 1986.

GOLDRATT, Eliyhau M. - What is this thing called theory of constrainsts and how shold it be implemented? Nort River Press, New York, 1990.

HARMON, Doy & PETERSON, Leroy D.. - Reinventando a fábrica II - Conceitos modernos de produtividade aplicados na prática. Editora Campus Ltda, Rio de Janeiro, 1991.

SAYER, Andrew. New developments in manufacturing: the Just-in-Time system. In: Capital 8 Class. 1986.

SHINGO, Shingeo - Study of Toyota productions system from industrial engineering Veiwpoint. Japan Management Association, Shiba-part Mimatoku, Tokyo, Japan, 1981.

SHINGO, Shingeo - A revolution in manufacturing: the SMED System. Productivity Press, Cambridge, 1983.

STALK, George Jr. - Time - the next source of competitive advantage. In: Harvard Business Review, July-August, 1988.
5883a42a7f8c9da00c8b47f8 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections