Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65131992000200001
Production
Article

Fordismo e novos paradigmas de produção: questões sobre a transição no Brasil

Fordismo e novos paradigmas de produção: questões sobre a transição no Brasil

Alves Filho, Alceu Gomes; Marx, Roberto; Zilbovicius, Mauro

Downloads: 0
Views: 113

Resumo

Este trabalho discute as possibilidades de mudança do fordismo em direção a sistemas de produção mais flexíveis. Algumas das mudanças que vêm ocorrendo no Brasil são ilustradas através de casos nas indústrias de calçados e automobilística. Aparentemente, a modernização acontece nos setores voltados para o mercado externo. Há poucas evidências de mudanças radicais para maior flexibilidade em qualquer setor. Em vez disso, as mudanças são implementadas em ritmo lento e de modo incremental.

Palavras-chave

flexibilidade, organização da produção, especialização flexível

Abstract

This article is an exploratory essay on the possibility of changind the fordist may of organising production processes towards greater flexibility. Some changes in Brazil are illustrated through cases in the footwear and automobile industries. It seems that the modernisation wave is taking place mostly in externally oriented sectors. Further, there is little evidence of a radical shift towards flexibility in any sector. Instead, firms are changing in a slow step-by-step pattern.

Keywords

flexibility, production organization, flexible specialty

References



ALVES FILHO, A.G. Relatório de análise do setor de calçados. In: DIEESE/FINEP. Pesquisa de caracterização e indicadores de automação. São Paulo, DIEESE, 1988. (mimeo)

FREEMAN, C. Technology policy and economic performance: lessons from Japan. London, Pinter Publishers, 1987.

HOFFMAN, K.; KAPLINSKYY, R. Driving force: the global restructuring of technology, labour, and investment in the automobile and components industries. Boulder, Westview, 1988.

IDS. Cyprus industrial strategy. Relatório para a missão UNDP/UNIDO, relatório principal. Brighton, Inglaterra, Institute of Development Studies, 1987.

KAPLINSKY, R. Eletronics-based automation technologies and the onset of sistemofacture: Implications for third world industrialization. World Development, v. 13, n. 3, 1985.

MARX, R. Relatório de análise do setor de papel e celulose. In: DIEESE/FINEP. Pesquisa de caracterização e indicadores de automação. São Paulo, DIEESE, 1988. (mimeo)

SENKER, P. Towards the automated factory: The need for training. IFS Publications, Inglaterra, 1986.

ZILBOVICIUS, M. Tecnologia, engenharia e automação: Estudo de um caso de mudança tecnológica em uma montadora de automóveis no Brasil. Dissertação de mestrado, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1987. (mimeo)

5883a42c7f8c9da00c8b4802 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections