Production
https://prod.org.br/article/doi/10.1590/0103-6513.0309T6
Production
Article

Adoção, seleção e implantação de um ERP livre

Adoption, selection, and deployment of a freely available ERP

Correa, Juliano; Spinola, Mauro Mesquita

Downloads: 0
Views: 531

Resumo

Na década de 1990, os sistemas ERP alcançaram larga utilização. Em contrapartida, o interesse por software livre data dos primeiros desenvolvimentos nas décadas de 1960 e 1970 até os dias atuais. O problema desta pesquisa está em como adotar, selecionar e implantar um ERP livre. As contribuições do trabalho iniciam-se com a proposição de um modelo preliminar de ciclo de vida de ERP, considerando não haver distinções entre o modelo para um ERP proprietário ou livre. Refina-se este modelo inicial através da aplicação do método de pesquisa-ação em um trabalho de campo com a implantação de um ERP livre em uma organização brasileira. O principal resultado deste trabalho é um modelo final para adoção, seleção e implantação de ERP livres e proprietários. Nos processos de adoção e seleção, são destacadas as diferenças fundamentais para atender a ERP livres e proprietários. Em relação ao processo de implantação, não foram encontradas distinções significativas.

Palavras-chave

ERP. Software livre. Código aberto. Pesquisa-ação.

Abstract

In the 1990s, ERP systems achieved widespread use, despite the lack of free ERP software. Interest in free software dates from the first developments in computing in the 1960s and 1970s until the present days. The problem of this research is determining how to adopt, select and deploy an ERP that is freely available. The contributions of this work begin with the proposition of a preliminary model of the ERP life cycle, considering no distinctions between a proprietary and a free ERP. This model was refined using the action research method in a field study focused on the adoption, selection and deployment of a free ERP in a Brazilian company. The main result of this paper is a final model with modifications to the adoption and selection process to use free and proprietary ERP’s; one deployment was found not to present process differences.

Keywords

ERP. Free software. Open source. Action research.

References

Bingi, P., Sharma, M. K., & Godla, J. K. (1999). Critical issues affecting an ERP implementation. Information Systems Management, 16(5), 7-14.

Bryman, A. (1989). Research methods and organization studies. New York: Routledge.

Buckhout, S., Frey, E., & Nemec, J. (1999). Making ERP succeed: turning fear into promise. Strategy and Business, 60-73.

Campos, R. R. (2006). Características de Sistemas Integrados de Gestão Empresarial desenvolvidos sob o modelo de software livre: informações para suporte à fase de seleção e viabilidade de instalação em pequenas empresas (Dissertação de mestrado). Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Centola , N. , & Zabeu , S. ( 1999 ). Pequenas e médias empresas: tomflem a rédea de seus negócios. PC World , 34 - 54 . Colangelo Filho, L. (2001). Implantação de sistemas ERP: um enfoque de longo prazo, São Paulo: Atlas.

Corrêa, H. L. (1998). Aspectos a considerar na seleção de uma solução ERP para médias empresas: guideline Gestão Empresarial Computerworld. São Paulo. Recuperado em 3 de fevereiro de 2008, de http://www.correa.com.br/biblioteca/artigos

Corrêa, H. L., Gianesi, I. G. N., & Caon, M. (1997). Planejamento, programação e controle da produção com MRPII/ERP: conceitos, usos e implantação. São Paulo: Atlas.

Correa, J., Pessôa, M. S., & Spinola, M. M. (2008a). A model to Map open source ERP at development countries: a Brazil case study. In Proceedings of the International Conference on e-Learning, e-Business, Enterprise Information Systems, and e-Government - WORLDCOM 2008, Las Vegas, USA.

Correa, J., Pessôa, M. S., & Spinola, M. M. (2008b). Mapping of open source ERP for Brazilian Market. In Proceedings of the 4th International Conference on Production Research - ICPR Americas’ 2008, São Paulo, BR.

Coughlan, P., & Coghlan, D. (2002). Action research for Operations Management. International Journal of Operations & Production Management, 22(2), 220-240. http://dx.doi.org/10.1108/01443570210417515.

Cunha, M. A. L. (1998). Gestão integrada de processos de negócio. In Anais do Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Industriais. São Paulo, BR.

Davenport, T. H. (1998). Putting the enterprise into the enterprise system. Harvard Business Review, 76(4), 121-131. PMid:10181586.

Deloitte Consulting. (1998). ERP’s Second Wave: maximizing the value of ERP_Enabled Processes (Relatório de pesquisa). Recuperado em 21 de outubro de 2008, de http://www.dc.com/ whathsnew/second.html.

Durscki, R. (2007). Um ciclo de vida de projetos em melhoria de processos em uma instituição financeira (Dissertação de mestrado). Escola Politécnica de São Paulo, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Esteves, J. M., Santos, A. A., & Carvalho, J. A. (2000). O ciclo de vida dos custos dos sistemas ERP, gestão de custos de sistemas de informação. In Anais do 7° Congresso Brasileiro de Custos. Recife, BR.

Free Software Foundation. (2005). The free Software definition. Recuperado em 14 de agosto de 2006, de http://www.fsf.org

Hehn, H. F. (1999). Peopleware: como trabalhar o fatorhumano na implementação de sistemas integrados de informação (ERP). São Paulo: Editora Gente.

Herzog, T. (2006). A comparation of open source ERP system: wirtschaftsuniversitat wien diplomarbeit. Viena: Viena Universty.

Hexsel, R. A. (2002). Software livre: propostas de ações de governo para incentivar o uso do software livre (Relatório Técnico n. RT-DINF 004/2002). Curitiba: Universidade Federal do Paraná. Recuperado em 14 de outubro de 2008, de http://www.inf.ufpr.br/info/techrep/RT_DINF004_2002.pdf

Informática Exame. (1997, maio). Uma tropa de elite para tocar o negócio. 94-97.

Laurindo, F. J. B., & Mesquita, M. A. (2000). Material requirements planning: 25 anos de história; uma revisão do passado e prospecção do futuro. Revista Gestão & Produção, 7(3), 320-337.

Lima, A. D. A. (2000). Implantação de pacote de gestão empresarial em médias empresas. KMPress. Recuperado em 9 de junho de 2000, de http://www.kmpress.com.br

Mendes, J. V., & Escrivão Filho, E. (2002). Sistemas Integrados de gestão ERP em pequenas empresas: um confronto entre o referencial teórico e a prática empresarial. Revista Gestão & Produção, 9(3), 277-296.

Miltello, K. (1999, março). Quem precisa de um ERP? Info Exame, 140.

Nakano, D. N., & Fleury, A. C. C. (1996). Métodos de pesquisa na engenharia de produção. In Anais do 16o Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Piracicaba: UNIMEP, ABEPRO.

Open Source Iniciative. (2006). The open source definition. (2005). Recuperado em 14 de agosto de 2006, de http://www.gnu.org

Orlicky, J. A. (1973). Net change material requirements planning. IBM Systems Journal, 12(1), 2-29. http://dx.doi.org/10.1147/sj.121.0002.

Portal da Ajuda. (2008). Recuperado em 21 de outubro de 2008, de www.portaldajuda.org.br

Raymond, E. S. (1999). Open source: voices from the open source revolution: a brief history of hackerdom (1 ed., pp. 19-31). Cambridge: O’Reilly & Associates Inc.

Ryman, M. (2004). Open source ERP systems: an investigating study on open source development in ERP systems. Gothenburg: Göteborg Universitet.

Saleh, A. M. (2004). Adoção de tecnologia: um estudo sobre o uso de software livre nas empresas (Dissertação de mestrado). Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Serapioni, M. (2000). Métodos qualitativos e quantitativos na pesquisa social em saúde: algumas estratégias para a integração. Ciência & Saúde Coletiva, 5(1), 187-192. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232000000100016.

Silva, J. F., Costa, I., & Pessoa, M. S. (2005). Proposta de um processo de ciclo de vida para adoção de sistemas ERP. São Paulo: USP.

Souza, C. A., & Zwicker, R. (2001). ERP systems’ life cycle: findings and recommendations from a multiple case study in Brazilian companies. In Proceedings of the Annual Conference BALAS 2001 - Business Association of Latin American Studies, San Diego, EUA.

Spinola, M. M., Tonini, A. C., Nomura, L., & Hikaje, O. K. (2004, novembro). Seleção de sistemas ERP: método e aplicação. In Anais do 24° Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP), Florianópolis, BR.

Stamford, P. P. (2000). ERPs: prepare-se para esta mudança. KMPress. Recuperado em 13 de setembro de 2000, de http://www.kmpress.com.br/00set 02.htm

Tonini, A. C. (2003). Metodologia para seleção de sistemas ERP: um estudo de caso. In A. Z. Kelin & C. A. Souza (Orgs.), Sistemas ERP no Brasil (Enterprise Resource Planning): teoria e casos (Parte 1). São Paulo: Atlas.

Wood Junior, T. (1999). Modas e modismos gerenciais: o caso dos sistemas integrados de gestão (Série de Relatórios de Pesquisa, 16). São Paulo: Núcleo de Pesquisas e Publicações, Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getulio Vargas.

Yin, R. K. (2002). Case study research: design and methods (3 ed.). Thousand Oaks: Sage Publications.

Zimmerer, T. W., & Scarborough, N. M. (1994). Essentials of small business management. New York: Macmillan College Publishing Company.
5883a4647f8c9da00c8b48e2 production Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections